Clique e conheça o blog do autor

Clique e conheça o blog do autor
Clique e conheça o blog do autor

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

'Santa Clarita' puxa o tapete de todas as fórmulas e faz graça

Drew Barrymore e Timothy Olyphant em 'Santa Clarita diet' (Foto: Saeed Adyani/Netflix)
Estrelas de “Santa Clarita diet”, Sheila (Drew Barrymore) e Joel Hammond (Timothy Olyphant) moram num subúrbio de Los Angeles. Trabalham como corretores de imóveis, têm uma filha adolescente, Abby (Liv Hewson), levam uma vida sexual morna e conversam sobre temas tão banais quanto o mau funcionamento do botão da torradeira. Até que um fato inesperado sacode a rotina dessa epítome da família de seriado americano. Sheila descobre que virou um zumbi.
Tal reviravolta carrega os dez episódios da série da Netflix. A aventura começa com Sheila tendo um acesso de vômito. Ela expele, além de litros e litros de uma substância amarela, uma bolinha escura. Era o seu coração. A personagem, apesar da aparência normal, tornou-se uma morta-viva. Viva, aliás, é pouco. Seu apetite sexual se intensifica. Ela passa a fazer tudo o que tem vontade e a expressar até os desejos mais irreveláveis. A explicação é que “os zumbis são movidos pelo id” (a parte da psique dominada pelos instintos mais profundos e sem freios morais). Esse comportamento livre contagia a vizinhança, criando situações cômicas.
“Santa Clarita” vai fundo na metalinguagem e satiriza as relações familiares idealizadas pela TV. Por isso, nada abala o casamento de Sheila e Joel. Ao contrário, ele até se torna um assassino para que ela possa se alimentar de carne humana. A trama também debocha de quase todos os gêneros explorados pelas séries, dos enredos à la “The walking dead”, às tramas adolescentes, passando pelo terror e o drama. É comédia — e faz gargalhar —, mas não se trata de humor simples. Há uma dessintonia entre as falas seriíssimas, cheias de “pérolas de sabedoria”, e o tom farsesco das atuações. Essa tensão é a fonte de toda a inspiração. Tudo ali emana originalidade. E, claro, Drew Barrymore e Timothy Olyphant fazem uma dupla ótima. Merece toda a sua atenção.
Fonte: Patricia Kogut

Nenhum comentário:

Postar um comentário